Mindset e gosto pelo contraditório e contrários

O mundo das palavras é belíssimo e também complexo, ao ponto de conseguirmos comunicar tão mais objetivamente quanto mais os seus significados forem conhecidos, partilhados, para que possíveis ações que decorram das suas trocas, sejam efetivamente operacionalizáveis.

Detenho-me, porém, num conjunto de palavras que formam frases que são ideias, quiçá comportamentos e que cada vez mais nos assaltam nas redes, procurando inspirar ações humanas: Afasta-te das pessoas tóxicas, das pessimistas, daquelas que veem o copo vazio e se queixam constantemente.


Caindo no risco da não definição de conceitos, todos gostamos de crescer e nos desenvolver e ter oportunidades para tal. Crescer também significa questionar as nossas crenças, seja a do vazio ou a do cheio. E melhor ainda, conseguir encontrar novas informações e caminhos enquanto refletimos no cheio e no vazio.


Significa não afastar outros com suas ideias focadas em problemas, porque foi sempre a partir do problema, que nos esforçámos e esforçamos em encontrar soluções, aperfeiçoar e encontrar oportunidades de alinhamento.

Podemos ter dificuldade na empatia com. Podemos ter dificuldade em revestir a queixa de um tom não queixoso e talvez mais atrativo...mas isso é trabalho de comunicação ao qual não deveríamos fugir.


Empatia, não significa afastar. Mindset de crescimento, não significa procurar nos outros aquilo que confirma as nossas crenças. E...queixamo-nos menos só pelo facto de sabermos que o podemos fazer, sem o estigma de ser "mau" queixarmo-nos.


Partilho a imagem que poderá integrar tantas mais perspetivas às duas mais abordadas quando nos referimos a mindset e atitude.