Diálogos sobre humanização

Antes de ser um espaço em que se fala da humanização dos cuidados às pessoas maiores que vivem com dependência, esta parte da casa Métis é um espaço de gratidão.

Gratidão para com todos os que investiram um pouco do seu precioso tempo, a escrever ou a conversar numa língua comum que é humanizada, apesar das suas origens formativas e de exercício profissional, diversos.

É também um espaço em que sinto a honra e o grato prazer de ter, de cada um dos presentes, o testemunho vivo que registei e que continuarei ativamente a procurar, observando, contactando e experimentando sentimentos, pensamentos, comportamentos e estratégias humanizantes!